A importância da água na saúde das crianças

O Dia Mundial da Água celebra-se anualmente a 22 de março.

Não podemos deixar de assinalar esta data, lembrando a importância da hidratação na nossa saúde e sublinhando a necessidade de preservarmos e pouparmos este recurso natural tão valioso.

A água é um dos elementos mais importantes para todas as formas de vida conhecidas. Cerca de 70% do peso do corpo humano é composto por esta molécula, sendo a sua presença quase indispensável ao desenvolvimento das reações bioquímicas. É um elemento fundamental na nutrição humana, assumindo particular importância nas crianças.
A ausência de água influencia negativamente, como nenhum outro nutriente, a capacidade de o organismo realizar determinada tarefa, sendo que a redução entre 4 e 5% da água corpórea, reduz 20 a 30% a capacidade de trabalho de órgãos e sistemas. Sem água, o corpo humano só continuará a funcionar por 2 ou 3 dias e, uma vez que não possui condições para armazenamento de água, a quantidade de água perdida a cada 24 horas deve ser reposta.

A água desempenha um papel essencial em quase todas as funções do corpo humano, como por exemplo: digestão, absorção, transporte de nutrientes e excreção de substâncias. Auxilia na regulação da temperatura do corpo humano, elimina as toxinas através da urina e da transpiração, molda o bolo fecal, é usada intensamente no processo de respiração e faz a distribuição de muitos nutrientes pelos diversos órgãos do nosso corpo. Na sua falta, o sistema natural de limpeza e desintoxicação do organismo fica sempre prejudicado, contribuindo para o aparecimento de inúmeras doenças.

Uma boa hidratação (ingestão mínima diária de cerca de 1,5L), é, assim, indispensável para promover a saúde, tendo em conta que todas as células do corpo humano necessitam de água para desempenhar as suas funções.

No âmbito da sua atividade de apoio à investigação, o IPN e o CIMN apoiaram um projeto que teve como tema: “Análise da relação existente entre o aumento da ingestão da água e os níveis de atenção e concentração em crianças em idade escolar”.
Os resultados foram bastante satisfatórios, confirmando-se uma relação positiva entre o aumento de ingestão de água e os níveis de atenção e concentração em crianças em idade escolar. Esta relação foi verificada com um incremento de consumo diário de água de cerca de 1L, relativamente ao anteriormente ingerido, durante um período de 4 meses (o aumento foi de 1,06L para 2,08L no período compreendido entre Fevereiro e Junho/2016), representando uma melhoria dos níveis globais de atenção e concentração em cerca de 10%.

Para consulta deste trabalho, encontra-se disponível aqui.