A toda Família SEMT- IPN

Mais um ano se aproxima do fim – e com ele, uma porção das vossas vidas e das nossas vidas, todas elas indissociáveis da própria vida do IPN e da grande estrutura SEMT!
Nem tudo terá corrido da maneira mais desejada…e desde logo se regista a persistente falta de notícias quanto à evolução favorável do processo de regulamentação.
Continuamente pugnamos pela concretização do suporte legal dos nossos anseios e porque, genuinamente acreditamos nesta causa, firmemente continuaremos a lutar por aquilo que consideramos justo – pode o caminho ser longo, difícil… mas não vai esmorecer a nossa vontade de o percorrer!
É decisivo o trunfo detido por esta Família – é precisamente o facto de, como grupo unido, encarar cada etapa que o caminho apresenta como um novo desafio, e sempre cerrar fileiras em torno do Trabalho, da Qualidade, do Respeito que marcam a vida desta Família… da nossa Família!
Encaremos, pois, com esperança, e mais uma vez desta maneira e com estes Valores, tudo aquilo com que 2019 nos vai confrontar.
Sirvam o Natal e as Festas do fim de 2018 como um tributo ao que de bom fizemos, desde as palavras que vos dirigimos, há precisamente um ano…
Todos as merecemos e a todos desejamos umas Festas Felizes, em comunhão com todos os que nos são queridos e com muita Saúde!

Gostaria, ainda, de dirigir um especial agradecimento aos nossos alunos e famílias pela confiança que nos depositam, aos nossos professores pela sua infindável dedicação e competência, à nossa equipa de colaboradoras, nos vários pólos, clínicas e distribuição, pela incondicionalidade, disponibilidade e eficiência…

E, ainda, um grande reconhecimento ao trabalho realizado pelas Diretoras do IPN que, de forma sempre muito atenta, presente e generosa, têm acompanhado o crescimento e amadurecimento, não regateando esforços para construir uma grande Escola.

Desejo a todos e a todas momentos grandiosos de festa.
Um excelente 2019……. e que chegue depressa! Há muito para fazer!

A Direção da SEMT – IPN
Maria Manuela Nunes da Costa Maia da Silva